quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Arquivo Público do Estado do Paraná

 Descobrir o que acontece no Arquivo Público do Paraná, detalhes e especificidades históricas.
Que tal pesquisar documentos que podem mostrar a origem da sua família? Saber quem foi fichado pela ditadura militar no Paraná? Verificar registros da época dos escravos? Documentos como esses formam um tesouro precioso guardado com muito cuidado entre as paredes do Arquivo Público do Paraná, fundado em 1855.
No local trabalham bibliotecários, arquivistas e historiadores, pessoas que dedicam tempo e que contam com a habilidade de tratar papéis que na maioria das vezes estão desgastadas pelo tempo. Uma relíquia que ajuda entender um pouco da trajetória social, política e econômica do nosso estado.
O acervo é formado por documentos administrativos do governo, desde a época da província. Também estão guardados nas salas arquivos do Poder Judiciário, além de papéis históricos. Alguns desses documentos não são exatamente secretos, mas precisam de autorização especial para serem manuseados. São fragmentos de dramas pessoais de moradores da capital que não podem ser divulgados. É a memória do nosso estado preservada por mais de um século.

Clique aqui para ver vídeo da reportagem RPC, Meu Paraná

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Ana Carolina - Armazém

Publicado em 20 de set de 2012
Ana Carolina grava "Armazém" em seu primeiro CD "Ana Carolina (1999)" a musica foi feita pela própia. Esse disco, que é o primeiro de sua carreira lançado em 1999 alcançou 06 meses depois de lançado o topo das vendagens com 100 mil cópias vendidas. Logo alguns meses depois surpreendeu com mais de 250 mil cópias vendidas. Por esse CD Ana ganhou disco de Ouro e indicação a Melhor disco Pop no Grammy Latino.
Em 1998, ela se apresentou no Hipódromo e no bar Mistura Fina; na platéia estava a neta de Vinicius de Moraes, Luciana, a qual entregou uma fita demo. Depois de quinze dias, Ana estava com proposta de duas gravadoras, contudo, assinou o contrato com a BMG. Isso fez com que ela se mudasse para o Recreio dos Bandeirantes, e começasse a produzir o primeiro álbum, Ana Carolina.
Naquele ano, duas canções desse trabalho foram parar em duas trilha sonoras de novelas da TV Globo: "Garganta", "Andando nas Nuvens", "Tô Saindo" e "Vila Madalena". "Nada pra Mim", uma inédita composta por John, do mineiro Pato Fu, integrou a trilha d a telenovela Malhação, em 2000, mesmo ano em que foi indicada à primeira edição do GRAMMY Latino, na categoria brasileira de "Melhor Álbum Pop Contemporâneo". Com o álbum, Ana ganhou disco de ouro pelos 250 mil cópias vendidas e foi apontada como "a grande promessa da MPB", comparada com Cássia Eller e Zélia Duncan. Em 2001, Ana Carolina fez composições e interpretou uma canção para o longa metragem "Amores Possíveis", "Velas e Vento" e "Margem da Pele", esta última é interpretada por Paula Lima.
( Slide com fotos e videos da Cantora )

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Parceria do Museu Paranaense com o CEP

Publicado em 2 de ago de 2016
O Museu Paranaense estabeleceu uma parceria com o Colégio Estadual do Paraná, com o objetivo de higienizar e conservar alguns quadros da pinacoteca.

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Museu da Escola

Clicar link abaixo e ícone fotografia abaixo

Museu da Escola Paranaense


http://www.gestaoescolar.diaadia.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=51




Abaixo Descrição e Vídeo 
Publicado em 20 de fev de 2013
Museu da Escola Ana Maria Santa, em São Paulo detalhes dos antigos e tracionais uniformes impecáveis, levavam o nome a logomarca da escola, para as mulheres, saia, camisa branca engomada, saia azul marinho comprida na altura do joelho, meia branca comprida, sapato preto. Para os meninos também camisa branca impecável, gravata, calca azul marinho meia preta e sapato destacavam uma outra época. Com o passar dos anos reinventou-se a escola e as salas de aulas dos tempos do século passado os quais tinham uma outra maneira de ensinar, nos modos da Escola Tradicional com bastante exigência, com castigo físico, da palmatória, ajoelhar-se no milho, ficar de castigo em quarto escuro, num modo rígido e repreensivo para o aluno que não cumprisse as tarefas, ou não tivesse comportamento adequado. Na hora de trazer os conteúdos os quais eram destacados muita teoria o professor ficava distante dos alunos num tablado com altura superior a sala de aula (Uma espécie de um pequeno palco). Após estes tempo houve uma reforma chamada Francisco Campos, a qual trouxe novas ideias proporcionado pelas capacitações oferecidas aos educadores, no período que chamou-se de Escola Nova, portanto novos modelos surgem para adequar-se a escola, como o sistema decimal, ábaco colorido, bem como a sala foi invadida por cores para a aprendizagem. Outro método global foi introduzido, com uso do próprio corpo, mais movimento e praticas educativas deixando de lado o método tradicional das famosas cartas e cartilhas, tratando então o olhar para novas buscas, novos métodos de aprendizado, como por exemplo, um convenio da educação mineira com a educação dos estados unidos, trazem um programa de assistência brasileira. Uma nova etapa e mostras de coleções e formas referenciadas, que incluíam teoria e pratica destacadas em um acervo de treinamento e capacitação para professores.

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Como preservar a estrutura de prédio tombado pelo Patrimônio Histórico?

   

A cor como construção do espaço A cor é, por excelência, a parte da arte que possui o dom mágico. Enquanto o tema, a forma, a linha dirigem-se, sobre tudo, ao pensamento, a cor não tem qualquer sentido para a inteligência, mas detém todos os poderes sobre a sensibilidade.
 Delacroix 

Clicar no link para ver Detalhe do artigo sobre Restauro-questoes de Cor

quinta-feira, 8 de maio de 2014